domingo, 4 de dezembro de 2011

7º Encontro Anual dos Cartunistas/RJ


Eu estive lá. Recebi o convite do Ferreth (organizador do evento) para este Encontro faltando poucos dias para a entrega dos trabalhos. Caramba, eu não poderia estar de fora... o cara é o meu amigo há muitos anos.
Fiz dois trabalhos. Um homenageando Adail e Guidacci (destaques desta mostra) e outro...

...do Dr. Conrad Murray "dançando", entrando de ré (ou seria réu!?) na prisão - no estilo Moonwalker do Michael Jackson. Murray pegou 4 anos de xilindró.
Quando cheguei no dia 03/12/2011 no Sindicato do Chopp no Leme, tive o prazer de confraternizar com o veterano Guidacci.
Senti falta do professor Adail (tenho um post do ano passado falando sobre ele) naquele dia.
Mas no dia seguinte, ele compareceu ao outro Sindicato do Chopp que fica em Ipanema (onde está rolando outra de nossa exposição de artes, paralela a esta). Adail num discurso emocionado, disse que em todos esses anos contribuindo para a arte gráfica do humor brasileiro, foi a primeira vez que ele foi homenageado.
Graças ao Senhor Deus, fiquei muito feliz de ver meus trabalhos expostos na zona sul do Rio de Janeiro junto dos grandes amigos do desenho gráfico de humor nacional. 
Boa parte do filme "Uma Aventura no Tempo" da Turma da Mônica foi feita por estes dois grandes amigos: Ferreth e Aviz, no qual pudemos matar as saudades em meio a este clima de descontração, alegria e confraternização.
Como não poderia deixar de ser, houve o esperado discurso dos organizadores e do homenageado Guidacci e a entrega da placa que registrou a importância da contribuição que o artista do traço deu à arte do humor gráfico nacional.
Depois disso, a festa não teve hora para acabar. Clima de "FELIZ NATAL " e "FELIZ 2012"!
 Quando resolvi sair, duas surpresas! Uma caricatura do amigo César Guedes, no qual tomei a liberdade de fazer uma coloração digital...
...e a outra foi do amigo niteroiense Netto que numa velocidade incrível fez este desenho no qual eu guardo com apreço.
video
E para ficar para sempre em nossa memória, assista um pequeno vídeo que fiz para servir de registro deste evento que deve entrar para a história da arte nacional.
"O dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor." (Romanos 6.23)

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Homenagem ao chargista Bello

Fiquei impressionado com a última charge do artista em menção a vitória do Vasco da Gama e tomei a liberdade em continuá-la com esta fotomontagem:
Que o Espírito Santo console o coração de sua família e amigos!

sexta-feira, 15 de abril de 2011

A verdadeira razão da comemoração da Páscoa é JESUS CRISTO.

Foi assim que comecei o texto enviado há 4 anos a todos os funcionários da empresa onde trabalho.
"Uma atitude ousada", alguns diziam, já que nem todos acreditam nesta afirmativa. Mesmo assim, enviei este desenho mais o texto que você pode conferir abaixo (não me arrependo):

"A Páscoa talvez seja uma das celebrações cristãs mais importantes no mesmo tom do Natal. Uma vez que o Natal marca o nascimento de Cristo e a Páscoa aponta para nós o sacrifício Dele no calvário substituto no nosso lugar e o cumprimento da missão Dele. O cristão olha a Páscoa não apenas como uma celebração religiosa, mas como a marca da sua salvação em Cristo Jesus.

A palavra Páscoa, vem da festa judaica chamada Passach que quer dizer "Passar por Cima". Na décima praga do Egito, na morte dos primogênitos o anjo da Morte passaria e levaria todo primogênito da casa que não tivesse o sangue do cordeiro no umbral da porta. Então toda família judaica ali no Egito cativo deveria naquela noite matar um cordeiro macho sem mácula de 1 ano, pegar o sangue e aspergir no umbral. Esta seria a marca para o Anjo da Morte que ao ver a marca de sangue no umbral, passaria por cima. O Passar por cima - que é o Passach, traduzido em português, a Páscoa.

Desta forma a Páscoa é a celebração do sangue de Cristo (o sangue do Cordeiro) que nos livra da morte eterna (Apocalipse 21.8). Esta é ideia basilar da celebração da Páscoa. Evidentemente que hoje ela é carregada de símbolos meramente comerciais. A Páscoa celebrada hoje pela comunidade em geral tem um coelho que coloca ovos, algo inaceitável biologicamente.

Os pais devem (ou pelo menos deveriam) ensinar as crianças que estes são símbolos meramente comerciais. Não vamos radicalizar com os pequeninos e dizer para não comprar o ovo de chocolate. Pois é um momento de confraternização porque agradece a libertação do sangue de Jesus, porque uma vez morto, Ele proveu remissão para nossos pecados, entendendo também que deve ser dito para as crianças que o ovo de chocolate é um símbolo. Que o verdadeiro sentido da Páscoa é a libertação através do sangue de Jesus. Na Páscoa judaica haveria de ser morto todo ano um cordeiro. Cristo foi o último cordeiro, o que fez o último sacrifício. Agora não é necessário mais a morte do cordeiro, agora basta crer em Cristo como salvador. Crer que ele morreu, foi sepultado e mais: Ressuscitou por nós, para que tenhamos autoridade espiritual para celebrar a Páscoa.

Aquele que celebra a Páscoa, mas não acredita que Cristo morreu e ressuscitou por ele, para render dos pecados e da certeza da salvação, não tem autoridade espiritual para celebrar a Páscoa. Ele faz a festa comercial, mas não tem na sua vida a transformação que o sangue de Cristo pode dar.

Como pode ser comemorado corretamente a Páscoa? Ensinando a família e aos filhos os sinais e a evidência da remissão do pecado em Cristo Jesus. O simbolismo da Páscoa para os judeus é a libertação do Egito, para os cristãos é a libertação do pecado para uma nova vida em Cristo.

FELIZ PÁSCOA A TODOS!"

terça-feira, 1 de março de 2011

Piadinha infame

Não resisti a tentação de brincar com o nome do ditador e fiz (em poucos minutos) esta charge na base da esferográfica mesmo com pintura no Photoshop para postar aqui.

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Ronaldo

Depois de todos, também fiz minha referência ao "Fenômeno", vetorizado no CorelDraw X4 e pintado no Photoshop CS3.