sábado, 4 de dezembro de 2010

6º Encontro Anual dos Cartunistas - o evento

EU FUI!...
...Mas não foi ao Rock in Rio, não! Apesar de logo na entrada da av. Princesa Isabel em Copacabana ter uma gigantesca guitarra com 7m de altura e 4m de largura anunciando o evento de música de 2011.
(foto: G1)
Eu fui mesmo do outro lado da calçada, há poucos metros de distância, no Sindicato do Chopp do Leme, onde estava "rolando" o "6º Encontro Anual dos Cartunistas".

Tive o privilégio de encontrar grandes amigos e conhecer outros. Nesta foto (sem flash) está o Ney Crespo, Afonso Carlos, Magon e eu.
Logo na entrada do evento fui recepcionado pelo anfitrião do encontro, o "maluco-beleza" Ferreth. Ganhei camisa e um bonito crachá de identificação.
Nesta foto você também pode ver em primeito plano: o César Guedes, Ferreth, Ique e Aroeira.
Segundo plano: Ykenga, Amorim e Aviz.
Cresci vendo os desenhos do Adail que na época era ilustrador do Jornal O Dia e eu com (mais ou menos) 6 anos de idade, disse: "Um dia vou trabalhar lá para ver como são feitos aqueles desenhos que tanto me fascinam!" Adail saiu, e eu aos 18 anos consegui uma vaga de designer gráfico na empresa.
E graças a Deus que o Ferreth tem essa preocupação de sempre estar juntando os artistas, pois assim pude rever o meu velho amigo.
Consegui que o Zé Graúna registrasse este momento histórico: eu e o mestre Adail.
Abaixo, além do Zé com sua máquina fotográfica, temos o Glen (camisa laranja), Ney Lima (de óculos, meu atual colega de trabalho) e o Souto Maior  (caricaturista sinistro, muito bom!).
Zé Roberto Graúna não só bateu nossa foto como me deu o convite de seu projeto, a exposição "Nássara 100 anos", que acontecerá dia 14 de dezembro de 2010 às 19h no Centro Cultural Justiça Federal, no qual o cartunista Jorge de Salles era o curador.

Salles levou 2 anos juntando obras do amigo Nássara para exposição, mas uma complicação cirúrgica fez com que falecesse dia 1º de novembro deste ano, antes de ver este projeto realizado.
Estejam lá, que com certeza irá valer a pena!
Tive o prazer de trocar ideias com um dos homenageados do Encontro, o Ique, que é abreviatura de jornalista, cartunista, escultor e roteirista. Foi chargista do Jornal do Brasil por mais de 25 anos, tem dois livros de charges. O segundo deles com trabalhos publicados no jornal O Estado de São Paulo. Publicou também no Jornal O Dia e no diário esportivo Lance. Colaborou para inúmeras revistas como a Veja, Playboy, Vejinha, Mad, Fatos, Courrier International e Revista da Semana. Ganhou 2 prêmios Esso de Jornalismo. É escultor com 5 trabalhos em bronze no Rio de Janeiro: O Corneteiro de Pirajá, em Ipanema, João Saldanha no Maracanã, o Coimbra na Bolsa de Artes do Rio de Janeiro, o Michael Jackson na laje da comunidade do Santa Marta e o Chacrinha no Jardim Botânico. É atualmente autor roteirista da TV Globo escrevendo o humorístico Zorra Total. UFA!!!
Meu colega do Jornal O Dia, Aroeira, também como homenageado, estava lá e eu pude parabenizá-lo pelo merecido reconhecimento...
...que deu direito até a discurso, tanto da parte dos organizadores, quanto dos homenageados. Isto além, do recebimento das placas de honra ao mérito. Assista ao vídeo abaixo.
video

A exposição de arte acontecendo dentro do Sindicato do Chopp, casa lotada...
...e os meus desenhos lá em exibição. Muito gratificante!
O "sniper do humor carioca" estava lá, o Mattias. Este cara é "gente que rala"! Vale a pena visitar seu blog que é atualizado diariamente.
 Este é Amorim. Dizem que ele artisticamente, bisneto do J. Carlos e neto do Nássara... Pode ser..., mas pra mim é uma lenda viva do desenho de humor. Tenho orgulho de ser seu amigo. Outro também que tem o site atualizado diariamente. Confira (aqui)!
Aqui, eu não estou ao lado de uma auto-caricatura do Léo Martins e sim ao lado do próprio. (Minha filha de 5 anos, riu muito desta foto)
Sempre curti os trabalhos do Aliedo, desde os tempos do extinto jornal Última Hora. Dinossauro! (apesar de ainda jovem)
Este é um amigo de longa data. Já fizemos muitas exposições de humor juntos, Marcelo Gonçalves (o Magon). Caricaturista de honra na Ilha de Caras e há 8 anos atual artista do Shopping Nova América.
Ykenga, até hoje mora na minha terra natal, São Gonçalo. Outro "dinossauro do Pasquim" no qual também tive o privilégio de trabalhar no Jornal O Dia. O conheci pessoalmente há muitos anos, quando eu ainda fazia uns "freelas" para o Jornal O São Gonçalo e "esbarrei" nele por lá.
Este é Mayrink, que dispensa apresentações. Mineiro, cartunista, jornalista, ilustrador e designer gráfico. Saiu de Caratinga para o RJ em 1965. Começou a trabalhar na revista Visão como assistente de arte do Ziraldo, que o lançou como cartunista em 1967 no Cartum JS. E tem mais: além de ser formado em Letras, fez especialização em Cuba, trabalhou em Havana, Rússia e Nova Iorque. É curador de salões de humor e autor de algumas vinhetas da Rede Globo.
Esta é a nova amizade que fiz, o desenhista Filipe Aviz (até rimou - risos).
Fiz questão que tirasse a foto ao lado de sua obra porque o gibi que ele fez para o Laboratório Sérgio Franco, foi a primeira revista em quadrinhos que minha filha de 5 anos ganhou e a leu inteirinha para mim. Ela tem um ciúme danado desta revista, no qual digitalizei frente e verso para mostrar o trabalho deste jovem artista que tem em seu currículo, além de outros trabalhos como designer, a participação do longa-metragem do Maurício de Sousa, o filme "Uma Aventura no Tempo".
"Oh! quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união." (Salmos 133.1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário